quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

‘Palhaço na Praça’ no Cultura nos Bairros
- Secretaria de Cultura retoma atividades de rua neste domingo


Após dois meses de recesso, recomeçam neste domingo, dia 20 de fevereiro, as atividades do projeto Cultura nos Bairros, desenvolvido pela Prefeitura, através da Secretaria de Cultura, em parceria com o Programa de Apoio ao Desenvolvimento Cultural dos Municípios do Estado do Rio de Janeiro (Padec). Este será o início da temporada 2011, atendendo a comunidade da Barra do Imbuí, com atividades de música, dança e animação cultural a serem realizadas na Praça Maria Corina, a partir das 15h.
A partir de agora, o Cultura nos Bairros terá edições no segundo e terceiro domingo do mês, atendendo os diversos bairros da cidade. No primeiro domingo, ocorre, regularmente, o Cultura de Raiz, na Casa de Cultura Adolpho Bloch. E, no último domingo do mês, o projeto que tem à frente Beto Selig e Andréa Sant’Anna vai aos bairros do interior, atendendo as localidades onde se encontram os artistas populares que prestigiam o evento na Casa de Cultura. “Essa é a grande novidade do projeto para 2011. No primeiro domingo, o artista vem à Casa de Cultura e, no último, a Cultura vai ao seu bairro, estreitando o relacionamento e promovendo a interação entre a secretaria e os artistas que nos prestigiam”, lembra o Secretário de Cultura, Wanderley Peres.
No retorno das atividades do Cultura nos Bairros, a Secretaria de Cultura contará com uma parceria especial: a realização da VIII edição do projeto Palhaço na Praça – Região Serrana. Desenvolvido pelo Grupo OFF-SINA, o trabalho consiste na realização de uma Mostra de Teatro de Rua e Circo em praças públicas, voltada para o público de todas as idades. Esta edição conta com o patrocínio da Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro, e visa desenvolver a felicidade, a interação entre artistas-trabalhadores, sociedade civil e poder público, com o intuito de oferecer ao público o melhor do Circo Teatro de Rua. O grupo encenará às 18h o espetáculo ‘E o palhaço o que é?’, tendo a participação da Banda Rio e do Grupo Grão, com entrada franca.
“Neste momento trágico onde centenas de famílias foram destruídas pelas fortes chuvas que atingiram a Região Serrana, a parceria com o Grupo OFF-SINA será mais do que bem-vinda, trazendo arte, alegria e descontração para as nossas crianças e marcando de forma inovadora a retomada do projeto Cultura nos Bairros”, comenta o secretário de Cultura, Wanderley Peres. “Pretendemos oferecer um espetáculo onde crianças, jovens e adultos se sintam acolhidos e esperançosos, através do riso e da alegria do palhaço, amenizando o sofrimento psicológico de todos aqueles que viveram uma situação de catástrofe. Queremos dividir a dor e duplicar a alegria”, afirma Richard Riguetti, diretor do espetáculo.
Lançado em 2009, o projeto Cultura nos Bairros tem como objetivo levar atrações artísticas e culturais às comunidades, em praça pública, principalmente nos bairros mais afastados do centro, sempre nas tardes de domingo. Mais de 30 comunidades foram visitadas ao longo de dois anos e, em 2011, outros bairros serão beneficiados pelo projeto, que tem coordenação do professor Ayrton Rebello, diretor da Casa de Cultura Adolpho Bloch.

Sobre o espetáculo
O GRUPO OFF-SINA é uma companhia de circo-teatro de rua com 23 anos de existência que desenvolve um importante trabalho sobre o teatro popular e a arte do riso, pautados na dramaturgia do teatro de rua e na comicidade, onde realizam pesquisa continuada sobre a linguagem do palhaço. O grupo tem por objetivo contribuir para o reconhecimento, valorização e difusão de aspectos da identidade nacional, presentes na produção simbólica do circo-teatro para parte da população que não tem acesso aos aparelhos culturais do país, ampliando o acesso à bens de cultura e aprofundando o debate sobre a ocupação dos espaços públicos abertos.
“E o palhaço o que é?” é um espetáculo de circo-teatro que aborda de forma lúdica e poética o universo circense, aqui realizado pelo seu maior representante: o palhaço. O casal de palhaços Café Pequeno e Currupita chega à cidade cheio de bagagens. Enquanto Currupita carrega as malas, Café Pequeno anuncia o fantástico, o fenomenal, o extraordinário espetáculo do dia. Os palhaços ocupam a praça com o famoso Circo Pinico sem Tampa, apresentando as reprises Namoro dos Sabiás, Guilherme Tell, As Lavadeiras, entre outras.

Ficha Técnica:
Elenco - Lilian Moraes e Richard Riguetti
Direção Artística - Richard Riguetti
Circo Pinico sem Tampa - Sandra Valle
Coordenação de Produção - Lilian Moraes
Assessoria de Imprensa - Sandra Vilella e Simone Kabarite
Fotografia – Bruna Prado
Contra-regra: Renato Riguetti
Filmagem - Pedro Riguetti
Operador de Som – Nilo Maia
Realização - Grupo Off-Sina
Legenda Cultura nos Bairros

Cultura de Raiz terá duas edições mensais, sempre no primeiro e último domingo do mês. Nos outros domingos, os bairros serão atendidos pelo projeto Cultura nos Bairros

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Reage Teresópolis vai até quinta-feira - Artistas voluntários se apresentam no centro da cidade

Iniciado na última terça-feira, 8 de fevereiro, o projeto Reage Teresópolis vem chamando a atenção das pessoas na Calçada da Fama, centro da cidade. Idealizado pela Prefeitura, através da Secretaria de Cultura, com o objetivo de alegrar o fim de tarde dos teresopolitanos e estimular a retomada econômica da cidade, o projeto reúne artistas voluntários, de diversos estilos, que vem se apresentando a cada fim de tarde em tenda especial montada no final da Calçada da Fama. As apresentações continuaram nesta segunda, 14, prosseguem nesta terça, 15, na quarta, 16, e o encerramento acontece na quinta, 17, em grande estilo, com o show Reage Teresópolis, que vai movimentar a Casa de Portugal com artistas da Feira de São Cristóvão.
“Lançado num momento de dor, o projeto revelou a solidariedade dos nossos artistas, que entenderam a proposta da secretaria de Cultura e participam deste momento de reconstrução da cidade e, principalmente, da auto-estima do povo teresopolitano”, comenta o secretário de Cultura, Wanderley Peres.
Desde terça, 8, diversos artistas passaram pela tenda. A cantora e repentista Wanda Pinheiro, vítima do temporal de 12 de janeiro, foi uma das voluntárias a se apresentar, mostrando que é possível recomeçar do zero. Também se apresentaram diversos outros artistas, como Andrea Sant’Anna, Jeanette Albuquerque, Mônica Botafogo, Patrícia Araújo, Bulo Fialho, Marcos André e Arnaldo Almeira, acompanhados pelos abrigados da Pousada Saint Germain, Edson Rosa, Banda Dávilla, Gaúcho, Grêmio Musical Paquequer, Edmar e o teclado, Alcyr Passos, palhaças Matilda e Chiclete, Carmen Bartoly, Xando Pernambuco, Zé Quirino e Tião do Triângulo, grupo de capoeira do Mestre Sorriso, Roberto Müller, o tenor Antônio, o dançarino TK, Charles Anjo, Regina Din, Alexandre Guichard e o poeta Vidocq Casas, que recitou poema sobre Teresópolis, além de representantes do Grupo SARA, que vieram do Rio de Janeiro para abrilhantar a Calçada da Fama.
A programação prossegue nesta terça, quarta e quinta, com apresentações a partir das 16h. “O espaço está aberto a todos os artistas que queiram participar desse momento de solidariedade pelo qual todos nós estamos passando. Gostaria de esclarecer que este evento não é uma comemoração. Afinal, não se comemora tragédia. O que estamos fazendo é um movimento de elevação da auto-estima do povo teresopolitano, através da arte e do entretenimento”, avalia o subsecretário de Cultura, Ronaldo Fialho.
E na quinta à noite, dia 17, a partir das 20h, a Casa de Portugal sedia o show Reage Teresópolis, com os artistas “CaraForró” e “Cassiano & Trio Beija Flor”. As apresentações serão em benefício dos desabrigados e o valor arrecadado com a venda dos ingressos será revertido em prol das vítimas do temporal, através do Rotary Club que aplicará os recursos na manutenção dos abrigos. Artistas locais, como Fernando Mello, Patrícia Araújo e Ronaldo Fialho também participarão do evento que tem apoio da Casa de Portugal, da Diário TV e Jornal O DIÁRIO, do Instituto Integrartes, do Rotary Clube e da Secretaria de Cultura de Teresópolis.

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

REAGE TERÊ

A partir desta segunda-feira, 7, a Secretaria de Cultura vai estar com tenda montada na rua Francisco Sá (Calçada da Fama), abrindo espaço para apresentação dos músicos locais. A intenção é alegrar a cidade, levantar o astral neste momento de grande dificuldade para todos nós. E, no próximo sábado, na Casa de Portugal, acontece o Reage Teresópolis, com o grupo carioca Cara Forró, com renda revertida para aquisição de bens necessários à manutenção dos abrigos e não conseguidos através de doações.

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

A propaganda em Teresópolis


Nesta terça-feira, 1, a partir das 18h, a Casa da Memória Arthur Dalmasso abre a exposição “Reclame, a história da propaganda em Teresópolis na primeira metade do século passado”. A mostra reúne anúncios coletados nas revistas e jornais publicados no município entre 1950 e 1902, quando circulou o nosso primeiro jornal, o Theresopolitano. “Os anúncios, e a forma de anunciar, contam muito bem a nossa história. Nos reclames do início do século passado, estão informações importantes para entendermos os produtos, a cidade e, principalmente, as pessoas, com as suas ansiedades de consumo e de comércio”, lembra o secretário de Cultura, Wanderley Peres. A exposição, profunda pesquisa do Serviço de Patrimônio Histórico Municipal, fica exposta até o final do mês, quando a casa apresenta mais outro trabalho inédito contando a história do carnaval em Teresópolis